Como consultar saldo da NFP pelo aplicativo

Neste artigo nós explicamos tudo o que é necessário para você conseguir fazer a consulta do saldo Nota Fiscal Paulista pelo app

A maioria das pessoas gostaria de ter um pouco do ICMS gasto em compras de volta em sua carteira e é exatamente esse o intuito do programa Nota Fiscal Paulista.

Ele é gerenciado pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo e tem um sistema de porcentagem de devoluções: para cada tipo de estabelecimento, certa porcentagem do imposto é devolvida à conta do consumidor.

Apesar de o pagamento dessa porcentagem de ICMS já ser muito vantajoso, há outro motivo para que muitas pessoas se interessem pela Nota Fiscal Paulista: são os seus sorteios mensais, cujo valor é dobrado no mês de dezembro.

Veja orientações para consultar o saldo pelo aplicativo do programa.


Como é a porcentagem que define o valor dos créditos da Nota Fiscal Paulista

Milhares de estabelecimentos geram ICMS e, devido a isso, fazem parte da NFP e, muitas vezes, ela tem de devolver uma boa parte do seu lucro.

No entanto, os consumidores acabam recebendo pouco porque a quantia devolvida é dividida, assim como acontece em um prêmio de loteria.

Imagine-se que uma loja de sapatos seja obrigada a devolver R$ 2.000,00 por mês de ICMS e ela emitiu Nota Fiscal Paulista para dois mil clientes: cada um deles receberá só R$ 1,00.

Isso explica porque os consumidores veem somente poucos reais para devolver em cada estabelecimento. Aliás, a porcentagem de lucro que eles precisam devolver é a seguinte:

  • Casas de doces, bares, food trucks, padarias, casas de chá, serviços e buffet e semelhantes devolvem 10% do faturamento;
  • Relojoarias, lojas de conveniência, lojas de lubrificantes, farmácias homeopáticas, concessionárias de motocicletas, vidraçarias, lojas de peças de carros e outros devolvem 2º0% do faturamento;
  • Bancas de jornal, peixarias, açougues e livrarias são os líderes de devolução de faturamento: 30%;
  • Já dentre os que menos devolvem são as farmácias comuns, lojas de departamento, papelaria, lojas de artigos médicos, lojas de material de construção, concessionárias de carros, pet shop, lojas de brinquedos: esses lugares devolvem só 5%.

Como consultar saldo da NFP pelo aplicativo


Como consultar saldo da NFP pelo aplicativo

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo possui um aplicativo com o qual os contribuintes ficam sabendo quanto há de crédito em seu CNPJ e CPF.

Esse app está à disposição para download gratuito na loja do Google e da Apple e deve-se fazer o seguinte para consultar o saldo:

  • Abrir o aplicativo;
  • Fazer login com senha e o número do CNPJ ou CPF;
  • Selecionar a aba “Créditos NFP”;
  • Logo abaixo do título existirá um quadrado indicando “Créditos disponíveis” e o valor.

Como se cadastrar na Nota Fiscal Paulista

Como visto, é necessário ter um login para consultar o saldo da NFP usando o aplicativo e quem não se cadastrou anteriormente pode acessar aqui.

É a página da Sefaz paulista e o passo a passo é:

  • Seleciona-se “Cadastro pessoa jurídica” ou “Cadastro pessoa física”. As duas opções estão em vermelho, na parte inferior da página;
  • Informar todos os dados pedidos;
  • Criar uma senha e uma pergunta e resposta de segurança para ajudar a recuperá-la, no caso de o contribuinte esquecer o seu login depois.

O contribuinte pode usar o site da Sefaz de São Paulo para fazer a consulta de créditos; para tanto, é só:

  • Acessar o sistema usando o login cadastrado;
  • Clicar em “Documentos fiscais”;
  • Selecionar qual é o período de referência;
  • Clicar em “Consultar”

Consulta de crédito da NFP não é o mesmo que resgate dos créditos

A empresa ou cidadão que faz a consulta dos créditos apenas fica sabendo quanto tem disponível: para a sua utilização, é necessário fazer o seu resgate.

A primeira opção é usar a quantia para ajudar no pagamento do IPVA:

  • Faz-se o login;
  • Vai-se até “Utilizar créditos”;
  • Nas opções de utilização, clica-se em “IPVA” e coloca-se os dados do veículo.

A segunda forma de resgatar os créditos é transferi-los para uma conta poupança ou corrente:

  • A pessoa realiza login e chega até a aba “Utilizar Créditos”;
  • Em vez de clicar em “IPVA”, ela seleciona um dos tipos de conta bancária;
  • Depois, ela escolhe um dos bancos e coloca as informações;
  • Após 15 dias, aproximadamente, o dinheiro já estará à disposição.

O titular do CNPJ ou CPF só pode fazer uso do crédito da NFP em veículos e contas de sua posse.

Isso serve para impedir várias ações ilícitas, garantindo que unicamente o consumidor cadastrado poderá movimentar o crédito que acumulou.

Como consultar saldo da NFP pelo aplicativo


Como ter certeza de que os créditos estão indo para o CNPJ ou CPF corretos?

Os estabelecimentos sempre perguntam ao consumidor se ele quer a Nota Fiscal Paulista e, quando o funcionário não pergunta isso é porque o local não gera ICMS.

Entretanto, nada impede o consumidor de ter a iniciativa e pedir a NFP: além disso, é só fazer mensalmente a consulta ensinada aqui, confirmando que o local realmente registrou a transação na Sefaz SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *