Créditos da Nota Fiscal Pta serão liberados hoje

O novo lote de créditos da Nota Fiscal Paulista será liberado nesta terça-feira (17). A quantia de R$ 687,7 milhões corresponde às compras realizadas durante o segundo semestre de 2016. Desse montante, R$ 642,7 milhões serão destinados a consumidores e condomínios que incluíram o CPF ou CNPJ nas notas fiscais neste período. Os R$ 45 milhões restantes vão para entidades assistenciais, porém, para essas instituições, o cálculo foi feito sobre as transações do primeiro semestre de 2017.


Consultar o saldo da Nota Fiscal Pta

 O saldo da Nota Fiscal Paulista é exibido automaticamente no momento em que você acessa a sua conta no programa. Se você não está conseguindo visualizar, isso significa que o seu cadastro possui funções restritas.

Para conseguir liberar todas as opções, incluindo a possibilidade de verificar o saldo, você precisa fazer pelo menos uma transferência de crédito para sua conta corrente ou poupança.


Créditos da Nota Paulista: como usar

Créditos da Nota Fiscal Pta serão liberados hoje

 

Os créditos da Nota Fiscal Pta podem ser utilizados de três formas: transferência para conta corrente, transferência para conta poupança ou abatimento do valor do IPVA. Se você preferir, também pode deixar o valor acumulando no seu cadastro. Mas fique atento, pois os créditos têm validade de 5 anos.


Como transferir os créditos para contas bancárias

Acompanhe o passo a passo para transferir os créditos da Nota Paulista para uma conta bancária. Vale lembrar que opção de utilizar créditos está temporariamente bloqueada em razão da liberação do novo lote. Esta opção será novamente liberada a partir das 13h desta terça-feira (17).… Clique aqui para ler o artigo completo

Créditos da Nota Fiscal Paulista serão liberados em abril

Com uma considerável frequência, nós recebemos mensagens dos leitores do site perguntando quando o lote de créditos da Nota Fiscal Paulista é liberado. Pois então, fique bem atento (a) à resposta e grave ela bem gravado na sua mente: a Secretaria da Fazenda de São Paulo sempre faz a restituição duas vezes por ano. A primeira é em abril, e a segunda é em outubro.

Esse valor transferido pela SEFAZ corresponde a uma parcela do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) que o governo paulista disponibiliza ao cidadão que pede o CPF nas notas fiscais. Essa fatia já foi de 30%, depois passou para 20% e agora varia de 5% a 30%.

Em outras palavras, é aquele dinheiro que retorna das compras do dia a dia, quando você informa pacientemente os 11 números do seu CPF na padaria, no mercadinho, na farmácia e em vários outros lugares. De pouquinho em pouquinho, dá para acumular alguma coisa. E uma graninha extra é sempre bem-vinda, né?

Cronograma da liberação

Lote créditos Nota Paulista

O governo trabalha com um calendário semestral para liberar os créditos da Nota Paulista. Dessa vez, o consumidor vai receber os valores correspondentes às compras feitas no 1º semestre de 2016.

Portanto, se por acaso você vez alguma compra grande tipo ostentação após junho de 2016, e está esperando uma restituição polpuda agora, é válido saber que ela só vai entrar no próximo lote. Para entender melhor, dá só uma olhada no cronograma:

  • Créditos gerados no 1º semestre de 2016 – repasse no 1º semestre de 2017
  • Créditos gerados no 2º semestre de 2016 – repasse no 2º semestre de 2017
  • Créditos gerados no 1º semestre de 2017 – repasse no 1º semestre de 2018
  • Créditos gerados no 2º semestre de 2017 – repasse no 2º semestre de 2018

Pagamento em duas etapas

Uma galera não sabe, mas não são só os consumidores comuns que “dividem o bolo” dos créditos da NF Paulista.… Clique aqui para ler o artigo completo